NA OBRA, NADA SE CRIA, NADA SE PERDE, TUDO SE COPIA!

Há muito tempo, tenho sentido a necessidade de criar um espaço no blog com respeito aos plágios realizados por gedelspapa, usando como inspiração para a instituição de sua “obra maravilhosa”.

O comentário do irmão A. Marques feito no artigo OBRA FRANKENSTEIN vem ao encontro dessa necessidade. A partir de então, teremos abertura para apostar aqui tudo aquilo que encontramos em livros, arquivos, registros, de práticas e posturas idênticas às que o comendador implementou na obra, por intermédio da denominação icm-pes.

Abaixo, está a transcrição do comentário de A. Marques, e mãos à obra (não a de gg, é claro)!

“Irmãos vamos refletir com calma e pensar sobre o passado como a maranata foi fundada.

jim jones viveu no Brasil entre 1962 e 1965 e visitava frequentemente a embaixada americana – porque estava sobre ordem do governo americano
enquanto seu amigo de infância dan mitrione treinava os militares brasileiros em técnicas de tortura para interrogar presos politicos – jim jones estava aqui para outro objetivo: implantar em igrejas pentecostais as práticas de controle mental como hoje são praticadas na icm!!! ele estudou profundamente estas praticas que hitler e goebbels usaram para dominar o povo alemão!! isso são FATOS! e podem ser confirmados em documentos oficiais do governo estado unidense!
justo na epoca que gedelti tentou assumir o controle na igreja presbiteriana de vila velha para praticar justamente ESSAS PRATICAS DE CONTROLE MENTAL QUE JIM JONES ESTAVA ENSINANDO!!! e ALIAS praticando com sucesso em sua propria seita – a igreja cristã templo das pessoas!!

otura coincidencia é que jim jones costumava “comprar” bebês para sua própria seita vindo do exterior (FATO TAMBÉM COMPROVADO!!) justamente o irmão de gg – jedaias gueiros usou seu cargo como juiz no espirito santo para faciliar a venda de bebês para os estados unidos – e vamos contar a partir dos anos 1965/1965 e 1967 quando ele foi acusado e o caso foi abafado pela familia gueiros – suponho que os primeiros passos da icm foram do lucro do tráfico internacional de bebês de jedaias e do contrabando de bebidas e eletrônicos.

Em 18 de novembro de 1978 aconteceu a tragédia de jonestown – jim jones levou 900 seguidores da seita dele à morte – entre eles mais de 300 crianças das quais 260 adolescentes form enterados sem identificação por falta de registro!! RELEMBRANDO passaram-se desde 1965 a 1978 no máximo 13 anos!! em outras palavras – no cemitério de Oakland aonde estão enterradas essas crianças que possivelmente morreram porque jedaias gueiros facilitou a “venda” deles como bebês para a seita de jim jones

justamente em 1978 gedelti gueiros trocou o nome de igreja cristã presbiteriana para igreja cristã maranata para dificultar fazer uma ligação entre jim jones e presbiteriana – na verdade a ligação está entre jim jones e igreja presbiteriana de vila velha – mas como os pastores de igreja presbiteriana de vila velha (graças a Deus) não aceitaram as práticas diabólicas de gedelti gueiros dentro da igreja ele foi forçado a consitituír sua própria seita – a ICM!”

E você que achava que a obra era revelada! Tremendo engano!

Parafraseando o nosso cientista cristão, francês, Antoine-Laurent de Lavoisier, que foi o primeiro cientista a enunciar o princípio da conservação da matéria, e se tornou célebre pela sua frase “Na Natureza nada se cria, nada se perde, tudo se transforma”, gedelspapa, o grande, está ficando também eminente pela frase “Na obra nada se cria, nada se perde, tudo se copia”! Mesmo que seja contemplada nos atos e não nas falas!

A Paz do Senhor!

Alandati.

Anúncios

26 Respostas para “NA OBRA, NADA SE CRIA, NADA SE PERDE, TUDO SE COPIA!

  1. Achei essa pérola na internet, sobre um fundador de uma seita na Coreia do Sul, e as comparações são inevitáveis:
    A Justiça da Coreia do Sul abriu investigação sobre o fundador da maior igreja evangélica do país. Paul Yonggi Cho está sendo acusado de desviar milhões de dólares para socorrer o filho. Vinte e nove líderes do Igreja do Evangelho Pleno, em Seul, pediram a abertura de um inquérito contra Cho, suspeito de desviar 14,6 milhões de euros.
    “Reunimos provas suficientes sobre a má gestão dos fundos da igreja e continuaremos a lutar no tribunal”, disseram os líderes da igreja em um comunicado. O pastor Cho rejeita estas acusações, que classifica de “campanha de difamação”.
    Cho tem 75 anos e fundou a Igreja do Evangelho Pleno em 1958, e afirma contar atualmente com cerca de 450.000 membros. Além disso, as ramificações da igreja espalhadas pelo país contabilizam 800 mil membros. A Coreia do Sul é o país da Ásia Oriental com a maior comunidade cristã. O país tem 8,6 milhões de protestantes e 5,1 milhões de católicos, enquanto 10 milhões de sul-coreanos são budistas.
    Fonte: ChristianPost.com, via Pavazine.
    Esse cidadão escreveu vários livros, tais como “A Quarta Dimensão”, que foi um sucesso de vendas no Brasil, seguido depois por outros como, “Grupos Familiares, a chave do crescimento da igreja”, “Oração, a chave do avivamento”, “Soluções para os problemas da vida”, e outros mais. A CPAD (Casa Publicadora das Assembleias de Deus), em 1986 lançou uma biografia dele e em 1989, o pastor coreano esteve pregando em São Paulo, sendo na ocasião interpretado pelo saudoso missionário assembleiano Bernard Johnson. O atual movimento de igrejas em células, que hoje se encontra presente em igrejas históricas e pentecostais foram inspirado nos seus livros, depois o César Castelhanos da Colômbia, copiou a ideia e fez algumas adaptações. Não foram poucos os pastores brasileiros que fizeram uma verdadeira romaria até a Igreja do Evangelho Pleno em Seul para ver de perto o milagre coreano e ver de perto seu pastor mais conhecido.
    No livro chamado “A sedução do Cristianismo”, de Dave Hunt, publicado pela Obra Chamada da Meia Noite, o autor critica o Pr. Cho, falando que ele ensinava um ensino herético, pois usava elementos das religiões orientais como o budismo, e as fundia com a teoria do pensamento positivo, criando distorções no ensino bíblico, pois falava em visualização, outras dimensões espirituais, e etc.
    Nos anos 90, o jornal da CPAD veiculou que a igreja dele sofreu divisões, inclusive feita por irmãos de sangue dele e o Cho apareceu com aquela história que tinha tido uma visão para mudar de nome, ao invés de Paul, se chamaria David.
    O escândalo divulgado agora sobre o renomado pastor sul-coreano, vem a somar com os ocorridos tanto no Brasil, como nos Estados Unidos, onde líderes que com o tempo de pastoreio sobre determinada igreja, se acham “donos” da mesma, misturando o dinheiro da instituição religiosa com o seu particular.
    Base do texto encontrado em http://juberdonizete.blogspot.com.br/2011/09/paul-yonggi-cho-e-acusado-de-desviar-15.html
    COMENTÁRIO DIGA NÃO ÀSEITA:
    Há grandes rumores que gedelspapa teria embasado muitas das doutrinas da icm nas práticas que Cho utilizava na sua seita, inclusive no ensino para as crianças. E com uma tremenda cara de pau, chamava-se tudo de revelação da obra!
    Alguns livros de Cho podem ser baixados gratuitamente pela internet. Se tiverem interesse, leiam o conteúdo dos mesmos e irão perceber que muita coisa foi plagiada por gedelspapa.
    Era o registro: tudo se copia nessa obra!

  2. Aliás, uma irmã uma vez perguntou de onde saía tanta mensagem na seita maranata, direcionando a pergunta para Sara Gueiros. Ela respondeu sobre muitos autores antigos da Assembléia de Deus. Esta seita vive copiando das outras, depois diz que é revelação.
    Igual ao clamor pelo sangue de Jesus, que saiu de um livro com o título “O Poder do Sangue de Jesus”, cuja primeira edição saiu em 1959, e a segunda edição saiu na Inglterra, em 1973. O sobrenome do autor é WHYTTE, e no Brasil, em 2010, foi publicado pela editora Dynamus, de Belo Horizonte/MG. Esta seita só faz plágio!
    Um abraço fratenal.

  3. Gostaria de chamar a atenção dos irmãos para acessarem, na lista de links sugeridos neste blog, o de nome Controle da mente ou Como se tornar um líder de culto.
    Ele muito me ajudou a me libertar das garras da seita, e entender que o modo de atuação dos líderes fabricados, e que não estão nem um pouco preocupados com as vidas dos seguidores, e sim com o retorno de vantagens que emerge deles.
    O vídeo é forte, mas é assustadoramente revelador!
    Paz do Senhor!
    Alandati.

  4. A expressão Obra não é uma invenção de gedelspapa não!
    Há registros de que era usada por uma das sociedades mais antigas, que é a maçonaria, que utilizava tal denominação para ser identificada. Veja o trecho de um ótimo texto, que aborda o assunto, abaixo:

    “Extrai-se da revista “Sociedades Secretas”, da Editora Larousse, um texto curioso que se amolda ao teor deste pequeno estudo, ao comentar sobre o grupo sectarista romano “A Obra” (essa expressão tem alicerce maçônico). Decerto, a menção ao caso investigado é importante porque, sendo a história cíclica, o modelo sectarista é bastante recorrente, …”

    A citação acima é extraída do texto do teólogo Ézio Luiz Pereira, cujo nome é SECTARISMO RELIGIOSO NO CRISTIANISMO, onde são evidenciadas muitas outras coincidências históricas da “maravilhosa obra”, apadrinhada pelo comendador gedelspapa.

    Veja uma outra similaridade bem mais instigante:

    “A propósito, sob a direção de Jean-François[2], em pesquisas interessantes acerca das chamadas “Sociedades Secretas” – para citar apenas um caso de sectarismo religioso registrado na história – detectou-se nos arcanos do Vaticano, a “Opus Dei” (latim: “Obra de Deus”) ou apelidada “A Obra”, organização sectarista criada num mês de outubro (mês de seu aniversário), criada nos porões do Vaticano, pelo espanhol José Maria Escrivá de Balaguer (1902-1975), cuja canonização em Roma se deu em outubro de 2002.”

    Até o mês de aniversário da obra (outubro) não é escolhido a esmo não! Você, que pensava que essa obra era revelada, hein!

    O texto completo está em http://www.ezioluiz.com.br/2012/05/28/sectarismo-religioso-no-cristianismo/.

    Na obra, nada se cria, nada se perde, tudo se copia!

    Você sabia disso?

    A Paz do Senhor!
    Alandati.

  5. Pingback: A ILHA DE BONDADES CERCADA DE MALDADES POR TODOS OS LADOS? | Diga não àSeita·

  6. As verdades sempre têm que ser ditas:

    “Com referência ao primeiro comentário deste Blog, deve-se corrigir que não houve briga entre duas famílias Presbiterianas no cisma que originou a seita maranata, e sim REBELIÃO de uma família que insuflou um grupo, causando a dissidência de aprox. 70 membros, como relata o livro do Dr.Joel Brinco, testemunha viva daquela rebelião.

    Conforme relata o referido livro, os amotinados tiveram todo direito de rever suas posições de acordo com a constituição da IPB.

    Perante o citado, a origem da seita maranata não está ligada aos escritos do Profeta Joel da Bíblia e sim com o relato do Dr.e Adv. Joel Brinco (50 anos da IPB-Vila Velha). O que passar disto é engano e mentira de Lúcifer”

    Publicado por Geraldo em http://cavaleiroveloz.com.br/index.php/2011/04/poder-camaleonico/comment-page-1/#comment-16689

  7. Gostaria de participar aos irmãos do blog a respeito de um documentário antigo, da Discovery, denominado serial killer (matador em série), que apresentou um caso interessantíssimo.
    É relatado que, no verão de 1969, no deserto da Califórnia, Charles Manson, como líder de uma seita formada por adolescentes de classe média, que se escondia da sociedade em um set de filmagens abandonado, lidera procedimentos que por fim culminaram em assassinatos em série.
    Os cientistas queriam descobrir se alguém teria alguma coisa especial que pudesse convencer o outro que uma coisa estaria certa, mesmo quando todos soubessem que ela estaria errada, visto que o líder manipulava mentalmente os seus seguidores.
    O questionamento principal era: se pessoas comuns poderiam ser levadas à conformidade sob certas circunstâncias?
    É muito interessante ver os testes aplicados.
    Os resultados demonstram que o Fenômeno do Pensamento de grupo fazia com que 75 % dos testados negassem o que estavam vendo e entravam em conformidade com o que a unanimidade respondia a respeito de um determinado assunto.
    Charles Manson fisgava os seus seguidores por meio de uma pregação, denominada por “Helter Skelter”, que versava sobre o início de uma guerra apocalíptica global
    A estratégia era promover “profecias do caos”, tais como a ocorrência iminente de revoltas, pessoas matando todas as outras, conflitos raciais, para que todos quisessem fazer parte dos sobreviventes, no caso, da seita dele, junto com seus seguidores. Era apresentado portanto o único escape para o fim.
    Veja o depoimento transcrito de uma delas: “Eu tinha que acreditar nisso, porque não queria ser deixada para trás, para morrer com o resto nas cidades em chamas. Eu queria ser sobrevivente, e por isso todos lá queriam fazer parte daquela coisa enorme que estava acontecendo. Mas a marca registrada de toda seita é essa: o líder é o único que fala com Deus e sabe o que vai acontecer. Se o seguidor não obedecer, não vai sobreviver.”.
    Três anos falando que o mundo iria enlouquecer, e os seguidores não contemplavam isso, e aí poderiam colocar em xeque tudo que estava sendo falado.
    Temendo perder o controle dos discípulos, Charles Manson decidiu derramar sangue, sem manchar as próprias mãos. Seus seguidores, adolescentes de classe média, mataram, por escolha do líder, que apontou vítimas de cor branca, e ricas, no intuito de colocar a culpa na população negra local. Assim as suas teorias seriam acreditadas, e os discípulos não abandonariam a seita.
    Em 08/08/1969, três discípulos de Manson foram chamados por ele, quando foi dada uma arma de fogo na mão um deles. Os seguidores da seita recebiam ordens constantemente de como se defender e atacar em caso de batalhas com lutas corporais, e portanto já estavam destros no uso de facas, e em técnicas de imobilizações e torturas.
    Em um só final de semana, foram mortas sete pessoas pelos adolescentes.
    Depois, outros foram também alvos fatais dos seguidores da seita de Manson.
    A grande questão a ser estudada pelas autoridades, depois da descoberta dos crimes, foi a de como responsabilizar o líder pelas ações decorrentes de uma possível “lavagem cerebral”, mesmo ele não estando presente nas cenas dos crimes!
    O rei, ditador da família, como era conhecido Manson, mesmo atrás das grades, comandava os seus seguidores, que insistiam em livrá-lo da autoria dos crimes praticados.
    Um depoimento de uma outra ex-seguidora dizia: “Eu achava que ele era mágico, carismático, anjo, que conseguia ler as mentes e sabia tudo, alma pura, divertido, mas ao tomar conhecimento dos assassinatos, e vendo as pessoas rindo, ao verem o noticiário, vi que alguma coisa estava errada, e fiquei assustada. Logo depois, ouvi da boca dos “irmãos” da seita, que teriam confessado no “retiro” que haviam cometido a carnificina. Entendi que teria que fugir dali!”.
    Em conversa com o pesquisador, a mulher chegou ao entendimento que, por ser mais humana, e não entender o porquê de machucar as pessoas, ela pôde se desligar da maldade que estavam sofrendo as mentes dos seguidores daquela “família”, uma espécie de codificação entre eles, parecendo ser um ambiente familiar.
    O documentário conclui que Manson sabia direitinho como agir na escolha dos membros, que sucumbiriam a sua implacável manipulação. Indivíduos que seriam capazes de justificar a dor do sofrimento de outros em nome da causa de Manson.
    É ponderado também que os “limites morais” impediram a corrupção dessa ex-seguidora, que conseguiu fugir do acampamento da seita.
    Ela foi ameaçada de morte pelos seguidores da seita, manipulados pelo líder Manson, e vivia aterrorizada com a possibilidade de ter a sua família morta.
    Meus irmãos, guardadas as proporções, e abstraindo um possível exagero da seita de Manson, há muitas semelhanças com o que vivíamos na seita tupiniquim.
    As semelhanças são assustadoramente flagrantes a respeito da manipulação mental que sofremos e infelizmente alguns ainda sofrem!
    Aí está o link do documentário:

    Cheguem às suas conclusões…
    Na obra, nada se cria, nada se perde, tudo se copia.
    Foge dela, povo meu!
    A Paz do Senhor!
    Alandati.

    • Meus irmãos, apenas hoje eu constatei que o link apostado no comentário acima, a respeito da seita de Charles Manson foi retirado, por alegação de violação de direitos autorais!
      Meu Deus, que obra maligna é essa!
      Tudo que se faz de esclarecimento, evidenciando pontos paralelos, é motivo de cerceamento e bloqueio.
      Tirem as suas conclusões a respeito de quem poderia ter feito isso, em um documentário deveras antigo, e que não interessaria a absolutamente ninguém em removê-lo!?!?
      Foge dela, povo meu!
      A Paz do Senhor!
      Alandati.

  8. Pingback: igreja maranata – As semelhanças são assustadoramente flagrantes a respeito de manipulação mental! a seita de charles manson e a maranata « a obra revelada da icm maranata·

  9. Pingback: EU ME CONVENÇO CADA VEZ MAIS: A CASA DA OBRA FOI EDIFICADA NA AREIA! | Diga não àSeita·

  10. Quem ainda não leu o livro: A Obra de Deus (Watchman Nee). Impressionante como a ICM é a imagem e semelhança do que Nee entendia ser a Obra de Deus. Eu li esse livro tempos atrás quando estava sendo assediado por um membro da seita de Nee, cujas igrejas não carregam nome, apenas se intitulam de “igreja em … (nome da cidade), tipo “igreja em Brasília” ou “igreja em Porto Alegre”, etc. Mas voltando ao livro pode-se perceber que praticamente GG copiou a doutrina sectária exclusivista deles… inclusive como já foi mencionado acima quanto ao David (Paul) Yonggi Cho. enfim a ICM é uma SEITA de Ctrl C + Ctrl V sim! Abraço!

    • Obrigado pela colaboração, meu irmão Adriano.
      Esse artigo de página é exatamente para essa finalidade que você utilizou. Tudo que se conheça e possa ser feita analogia com o que acontece na icm, pode ser trazido para este espaço. Qual é o objetivo? Para entendermos o que aconteceu com os seguidores do gedeltismo, e ainda tentarmos evitar que outros sejam embalados pelo canto da sereia.
      Forte abraço e a Paz do Senhor!
      Alandati.

      • Irmãos, segue video de arrependimento de Witnees Lee, discípulo de Wactman Nee. Ele pelo menos teve a nobreza e humildade de reconhecer seus erros e se arrepender em público. Graça e Paz!

    • Irmã hosana, eu não teria como afirmar que há alguém do RJ que estaria na lista dos investigados, mas creio que todos que participaram efetivamente dos negócios irregulares (em tese) nos bastidores da seita devam receber o seu quinhão de punição.
      A lista deve ser grande, pois o império de muitos cresceu muito rápido, demonstrando que a partilha entre eles foi bem generosa.
      Aguardemos o tempo da justiça de Deus e dos homens!
      Fique em Paz!
      A Paz do Senhor,
      Alandati.

  11. Pingback: INVOLUÇÃO HISTÓRICA, PROFÉTICA E DOUTRINÁRIA DA OBRA | Diga não àSeita·

  12. Pingback: igreja maranata – As semelhanças são assustadoramente flagrantes a respeito de manipulação mental! a seita de charles manson e a maranata – Testemunhos de retirantes da maranata·

  13. Pingback: NA VERDADE, A OBRA NÃO É CURSO SUPERIOR, E SIM M(OBRA)L! | Diga não àSeita·

  14. Em uma das biografias sobre Jim Jones (JJ), no primeiro capitulo do livro, o autor conta com JJ criou, ainda criança, uma pequena comunidade de garotos no quintal da sua casa. Ele usava muitos animais, guardados em cativeiro, como um pretexto para atrair a atenção das crianças. Inclusive, ele conseguia fazer com que os meninos limpassem o cativeiro sob pretexto de estarem se divertindo.

    • Irmão Goodman, essas investigações são primordiais para encontrarmos respostas para muitas questões. Fomos enganados, tudo bem! Fomos tolos, tá certo! Temos parcela de culpa? Claro! Mas, entramos de boa-fé na seita, e mergulhamos em algo maquiavélico, bem envelopado, e com o selo de perfeição do “sinhô”!

      Será que conseguimos mensurar tamanho foi o milagre de nos vermos livres do gedeltismo? Infelizmente, muitos ainda não se deram conta!

      Eu ainda estou ruminando cada detalhe que Deus me proporcionou de benção, para conseguir me libertar da seita maranata! Acho que muitos estão passando pelo mesmo processo, se realmente tiverem como objetivo: “vá, e não peques mais”!

      Um grande abraço a todos!

      Graça e Paz,

      Alandati.

  15. A Paz de Cristo,

    Concordo com Alandati. Descobrir onde falhamos é fundamental para entender o passado, ensinar no presente e nos preservar no futuro. Realmente, acredito que o maior erro é se entregar incondicionalmente. Desta forma, nos deixamos não somente sermos guiados, como manipulados, por quê não?! E tudo em nome de “Deus”. Se ELE nos deixou Sua Palavra, foi para registrar qual é a Sua Perfeita vontade sobre os homens. Mas isso não é algo ensinado e facilmente absorvido, porque temos a constante necessidade de “mediadores”. E se os “mediadores” são “boca” de Deus, “atalaias”, como duvidar? Questionar? Tudo é em nome “dele”. Não que Ele não fale ou oriente como bem entender, porque ELE é Deus, e nós, nada somos. Só que Deus fala, opera e age, quando, da forma e na hora que bem quiser. O que me manteve nesta Instituição, e por longos anos, foi porque aprendi que ali era a “obra” única, onde outra jamais haveria. Logo, para onde ir? Estão percebendo como funciona? A nossa crítica não precisa ser direcionada à pessoa, no sentido “ser humano”. Ela pode estar canalizada no sistema. Claro que um não vive sem o outro.
    Finalizando, devemos atribuir a Deus as experiências boas, não à Instituição. Nossa oração deve ser para que Deus nos faça nascer de novo, e regenere nossas mentes, para que Ele possa operar conforme bem desejar.

    Fiquem com Deus.

  16. Pode-se notar nessas seitas “messiânicas” um culto à personalidade do líder em igual teor ao que se tinha na Itália durante o fascismo e na Alemanha nazista, e ainda hoje em qualquer republiqueta subjugada por uma ditadura de esquerda (Cuba, Venezuela, Coréia do Norte, Brasil, e por aí vai), tentando substituir a religiosidade pela idolatria cega e irresponsável.

    • Peço desculpas ao irmão Daniel pela demora em moderação. Mas, sobre o conteúdo em si da postagem, avalio como uma visão bem posicionada no cenário mundial, no que diz respeito às seitas, as quais se apresentam como verdadeiras panaceias para os incautos, enquanto tem por primazia o subjugamento dos seus seguidores, e acima de tudo o aproveitamento em favor de interesses particulares.

      Parabéns!

      Graça e Paz,

      Alandati.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s