MANIFESTO DE APOIO AO JORNALISMO DE A GAZETA SOBRE O CASO MARANATA

À direção do jornal A Gazeta e em especial às jornalistas Letícia Cardoso e Vilmara Fernandes,

Parabéns pela coragem!

No nosso dia-a-dia, precisamos vencer várias batalhas, algumas conhecidas, porque são reincidentes na rotina de cada um, e outras que simplesmente parecem que vem ao nosso encalce, sem muitas vezes entendermos o porquê.

O conhecimento dos obstáculos a serem superados pode ser fator preponderante para a vitória em uma batalha.

O escândalo da subtração dos dízimos na Maranata é um fenômeno que aparenta ser igual aos outros, pois a consequência foi a mesma: favorecimento de interesses particulares em detrimento das necessidades da membresia da denominação, contudo as reações dessa mesma membresia, que sem sombra de dúvidas foi lesada, evidencia uma paixão incondicional à instituição, a partir do momento em que não se revolta contra o furto dos valores, mas com a mídia que veicula informações a respeito do suposto esquema.

A tarefa das nobres jornalistas citadas não é fácil!

A começar pela premiada reportagem “Da Fé à Fraude”, que passou a divulgar a possibilidade clara de existência de um fortíssimo esquema institucionalizado no âmbito da Igreja Maranata,  as vidas das senhoras enquanto jornalistas tornaram-se um pouco mais difíceis, pois além de serem vencidos os obstáculos conhecidos dentro do processo de construção de um furo jornalístico, em se tratando do assunto Maranata, insurgem-se contra, e de forma inexplicável, aqueles que diretamente deveriam apoiar as denúncias!

Nesse contexto, gostaríamos de parabenizar as jornalistas Letícia Cardoso e Vilmara Fernandes, pela coragem e perseverança, em continuar mexendo nesse “vespeiro”, chamado Igreja Cristã Maranata – Presbitério Espírito-Santense, mesmo porque ninguém externo a essa denominação citada saberia descrever com exatidão o que realmente ela é, sendo que ousamos a dizer que muitos ainda dentro de tal meio não conhecem bem ao certo a realidade das práticas, tanto eclesiásticas quanto sociais, devido ao tamanho envolvimento emocional com a instituição.

A imparcialidade e a seriedade com que as profissionais do jornalismo estão conduzindo os trabalhos também são dignas de nota, visto que as abordagens são amenas, em vista de tudo que é relatado nos blogs e comunidades na internet a respeito do escândalo na Maranata. Percebe-se que aquilo que está sendo veiculado é consequência de pesquisa, e são decorrentes de informações fidedignas, obtidas inclusive em sua maioria junto a órgãos oficiais de investigação. Prova disso é que o ataque contrário tem sido em face do jornal e não contra o conteúdo em si, consubstanciando-se em argumentos falaciosos.

Por fim, gostaríamos de prestar o nosso apoio diante da má-fé ou desinformação de alguns que falaciosamente afirmam que estariam atacando a igreja, no sentido de encorajá-las a continuar o ótimo serviço que têm prestado em busca de uma sociedade mais justa, e para o caso específico, em defesa dos fiéis que, tudo indica, estão sendo enganados por alguns de seus líderes, e não têm encontrado forças para denunciar, mesmo que alguns saibam dos delitos.

Em 27/01/2013.

Assinado: Cavaleiro Veloz, Pr. Eduardo Gil Vasconcellos, A. Marques, Alandati, Cavaleira da Verdade e Eurípia Inês.

COMENTÁRIO DIGA NÃO ÀSEITA:

Curiosíssimas as manifestações dos icemitas em defesa ferrenha da instituição, inclusive há uma campanha, movida por e-mail, incitando que os membros enviem mensagens, no intuito de serem divulgadas contra as reportagens do jornal, que abordam o escândalo maranático.

Alguns até copiaram o conteúdo exato do e-mail, e replicaram ipsis litteris na página Fala, leitor de A Gazeta, demonstrando ser verdadeiros papagaios-de-pirataConfira em https://www.facebook.com/photo.php?fbid=483680698361134&set=a.464938910235313.115008.464934880235716&type=1&theater

Recomendo também um artigo que cita uma afronta ao Senhor Jesus, promovido pela revista Superintendente, mas ao que tudo indica esse fato não gerou revolta nos membros da maranata, inclusive pastores, demonstrando claramente o que argumentamos, ou seja, a predileção pela “obra” (icm) em detrimento do Senhor Jesus:

Veja em

Que obra maravilhosa e bem feita, hein?

A Paz do Senhor Jesus!

Alandati.

52 Respostas para “MANIFESTO DE APOIO AO JORNALISMO DE A GAZETA SOBRE O CASO MARANATA

  1. Pingback: Manifesto de apoio ao jornalismo de A Gazeta sobre o caso Maranata « a obra revelada da icm maranata·

  2. Liberdade de imprensa e justiça! A população precisa saber dos fatos. A tribuna já foi comprada, esperado que a gazeta não se rebaixe a esse nível.

  3. Pingback: Manifesto de apoio ao jornalismo a gazeta caso maranata « Cavaleira Da Verdade·

  4. Solidarizo-me com este jornal pela postura cidadã que adotou ao publicar matérias relativas ao esquema fraudulento que se institucionalizou no âmbito da Igreja Cristã Maranta-Presbitério Espírito Santense,revelando detalhes outrora conhecidos apenas dos denunciantes, fornecedores , investigados e investigadores, mesmo contrariando interesses de parte de seus leitores e assinantes; demonstrando com essa atitude, o compromisso com a verdade, com a informação , com a liberdade de impressa , respeitando da mesma forma, o direito de resposta.
    Parabenizo as jornalistas Letícia Cardoso e Vilmara Fernandes e pela coragem , imparcialidade e profissionalismo com que conduziram esse assunto desde o inicio, imagino que elas não fazem ideia da magnitude do impacto que suas palavras esclarecedoras fizeram em todo o país, notadamente nas regiões onde a desinformação do sistema Maranata quer induzir aos seus seguidores que tudo não passa de uma perseguição ao Evangelho

    Meus sinceros agradecimentos pela grande ajuda que nos foi prestada em um momento em que carecíamos de provas que sustentassem as nossas certezas,por meio das informações noticiadas nas série de reportagens várias famílias se deram contam da verdadeira face da instituição-ICM e de sua aversão a verdade.

    Atenciosamente:

    Eduardo Lima

    em: https://cavaleiradaverdade.wordpress.com/2013/01/28/manifesto-de-apoio-ao-jornalismo-a-gazeta-caso-maranata6/comment-page-1/#comment-1

  5. Assinadíssimo!

    Que venham novas publicações!

    Parabéns ao Jornal pelas denúncias feitas de maneira séria e transparente, sem nenhum sensacionalismo na verdade. Contra fatos não há argumentos!

  6. A liberdade de expressão é manifesta de várias formas,no falar,através da arte sênica,dramas ou comédias retratando o passado o presente e até revelando o futuro,vejo tal manifestação nos profetas dos tempos bíblicos quando denunciavam o despotismo daquele tempo quando reis governavam com tirania e crueldade.Quando Gutemberg inventou a imprensa tornou-se possível aumentar ainda mais a oportunidade de se expressar através da escrita e isso causou transformações tão necessárias á sociedade que é impossível hoje tratarmos destas transformações sem ela( a imprensa). A própria igreja se valeu dela, tanto é que o 1o livro impresso foi a BÍBLIA ,e hoje vemos a própria igreja cerceando o DIREITO de quem quer que seja se manifestar contra os desmandos de uma instituição” denaminacional”.Deixo aqui registrado o meu apoio ao jornal A Gazeta e a parabenizo pelo seu excelente trabalho sério e imparcial como deve ser.

  7. Sou Diacono desta igreja e continuo no barco procurando mudar o rumo da icm , tirando os lobos de sua administração , estou orando para todos os envolvidos serem algemados publicamente e a administração ser formada em ambto nacional com a participação do corpo , tirando as serpentes do estado de vitoria e colocando eles no seu devido lugar , todos da icm sabem que o satelite é uma chatisse ninguem mais aguenta . Desperta povo meu, nao vamos sair e sim mudar o rumo desta igreja.
    .
    .
    se esse é o teu pensamento, respeito e te digo que seja bem vindo aqui!
    Graça e Paz,
    Alandati.

  8. Primeiramente gostaria de falar para todos os amigos amados e para os pastores que nao estao envolvidos ,que de nenhuma maneira nosso apoio e em relacao aos verdadeiros fieis mas sim contra os lobos que hoje comandam a icm.Pessoas totalmente sem temor A Deus,que se corromperam por dinheiro,cargos,salarios ,imoveis,mordomias enfim que tentam de todas as formas manipular a mente das pessoas como por exemplo o advogado que escreveu para a gazeta,o que se tornou ridiculo pois e um pastor,advogado do pes,que ja eticamente e uma barbaridade,e agora homem show da icm,a frente do movimento criado dentro da icm para manter as pessoas.So gostaria de saber quando o velho mostrava os jornais falando sobre as outras igrejas,e todos riam e ninguem fez nenhum manifesto pelo Evangelho,e agora por total desespero estao tentando encobrir a podridao mandando cancelarem a assinatura.E deploravel,
    nojento e triste porque nao pensam no rebanho de Deus e sim por por amor a uma instituicao.A Obra de Deus nunca sera manchada mas esta seita que se denomina igreja,sim esta manchad e caracterizada como uma quadrilha.Sim eu apoio esse manifesto pois a ditadura ja terminou ha muito tempo mesmo a corja achando que nao.

  9. Evandro, meu irmão, não se engane, essa liderança é imutável!
    Pense comigo, se algum católico “descobre” que vive em um sistema abominável a Luz da Palavra e resolve tirar o Sumo Pontífice de Roma. Será que é possível? lógico que não.
    Equivale dizer que, se as coisas acontecessem assim, o apóstolo Paulo deveria ficar no farizaismo lutando pra mudá-los.
    Não se engane. Saia imediatamente e não olhe para trás.

    Em Cristo,

    Débora

    • Irmão Evandro,

      Sinto muito mas concordo com a Débora Ramos.
      Não adianta pensar que ocorrerá mudanças na ICM-PES. Você acha que os milhares de irmãos que saíram porque descobriram que esta instituição é um SISTEMA macabro, explorador e herético não tentaram isso?

      Este sistema não muda porque tem um dono. Esse dono o criou, controlou e vai continuar sendo dono e controlando.

      Essas “serpentes do Estado de Vitória”, como você disse, tem seus comandados que os obedecem cegamente e mesmo presos estarão no controle.

      Não se lembra do Edir Macedo que foi preso publicamente e hoje está aí na revista Forbes ostentando riquezas? A igreja dele está aí construindo um templo suntuoso, uma réplica do templo de Salomão.

      Meu irmão, você é amado de Deus, é sincero e é por isso que você deve mesmo é arrumar sua mala e dizer adeus à maranata. Vá servir a Jesus segundo Seu evangelho porque essa “igreja” já é desviada dele desde sua fundação. Não tem remédio. Foi por isso que saímos.

      Saia você também, enquanto é tempo.

      A paz do Senhor Jesus.

      Eurípia Inês.

  10. querido irmão Evandro
    o líder da icm só saí do administração do PES quando a hora dele chegar……..pra quem não cuida da própria família por amor a denominação ICM, jamais vai deixa-la distante de suas mãos de ferro…..

    se o irmão deseja esperar que algo mude lá dentro, amém……….
    mas espere sentado……infelizmente!!!

  11. Mesmo residindo em outro estado, em minha humildade eis-me aqui para ajudar no que preciso for!! Jornalista é o profissional da informação! Hoje estamos a viver num país democrático, a DITADURA já se foi…… Liberdade de Expressão é Direito Constitucionalllll!!!

  12. Vam 28 de março 2013 Sei que isso tudo e verdade mas ainda nao tive a cosagem de sair sao ditadores e nos obedecemos nao estou aquentando MAIS …Ja des de 1994 HA e sei esse roubo e de fato verdadeiro e isso e de muito tempo PARABEMS GAZETA nos matem informados que DEUS abençoe todos de BEM

  13. Interessante. Postei uma mensagem, mas não publicaram. E não agredi ninguém, apenas fui reto no que falei. Pensei que era um espaço democrático. Enfim, esse é o jornal !

  14. Pingback: maranata – A patota de mercenários maranólatras se esconde atrás do nome da ICM para coagir e intimidar dissidentes (retirantes) que escrevem em blogs. Caso do do novo processo que v. denunciou. Mas olhem aqui MANIFESTO DE APOIO AO JORNALISMO DE ·

  15. Em toda a história da humanidade percebemos que a ditadura sempre se levantou contra a liberdade de expressão e sufocou a imprensa. Se ainda estamos respirando neste pais, agradeçamos a Deus primordialmente e ao papel que a imprensa e sua relativa liberdade desempenha. Mas existem as “Cientologias” da vida que não podem ser contrariadas. Eu também repudio esses golpes baixos e intimidativos.

  16. Se calarem a imprensa, estamos perdidos, pois o jornalismo investigativo é que nos faz conhecer, o que esta nos porões das instituições.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s